Notícias‎ > ‎

A IMPORTÂNCIA DO TEMPO

Publicado a 26/03/2020, 09:59 por Medir para Gerir   [ atualizado a 26/03/2020, 11:09 ]

A imagem pode conter: céu e ar livre

“O Tempo é o bem mais democrático que existe para toda a humanidade. 


Não importa quão ricos somos, que idade temos, se vivemos no hemisfério Norte ou Sul, o nosso grau de formação ou cultura. O dia tem 24 horas para toda a gente. Quando as desperdiçamos, não as podemos recuperar. Como se não bastasse, cerca de um terço da nossa vida é passada a dormir”. Carla Afonso (Coach)


O melhor presente é o tempo “presente”, por isso é preciso aproveitá-lo bem.


Há uma ciência para utilizar o tempo, e não se trata de fazer as coisas a correr, mas de não o desperdiçar com coisas sem sentido. Para viver bem é preciso saber usar o tempo, pois é nele que construímos a nossa vida.


Cada momento da nossa existência tem consequências nesta vida e na eternidade. Por isso, não podemos ficar a “matar o tempo”, porque seria o mesmo que estar a matar a nossa vida aos poucos.

Na verdade, o presente, é a única dádiva que temos, porque o passado já se foi e o futuro a Deus pertence.

Vivamos intensamente o presente e tenhamos sempre em mente que:
➡️ a pessoa mais importante é esta que está agora à sua frente;
➡️ o trabalho mais importante é este que está a fazer agora;
➡️ o dia mais importante da vida é este que está a viver hoje;
➡️ o tempo mais importante é o agora.

… e se não perder tempo, pode fazer tudo o que é importante.


É claro que precisamos priorizar as atividades. Viver é como escrever um livro, cujas páginas são os nossos atos, palavras, intenções e pensamentos.

As coisas pequenas, vividas intensamente e com amor, assumem um valor elevado; enquanto muitos momentos, aparentemente brilhantes, são comparáveis às bolhas de sabão.


SABER APROVEITAR O TEMPO


Abrace com a sua máxima força as oportunidades que tiver para crescer nos estudos e numa profissão.

A vida não nos dá muitas oportunidades, e se não as aproveitar bem, poderá vir a lamentar-se mais tarde.


Nunca fique sem fazer nada, ainda que esteja desempregado ou de férias; pois sabemos que “mente vazia e desocupada é sabotada com ideias do diabo”.


Descansar não quer dizer ficar sem fazer nada, apenas que mudamos de atividade. Mesmo no campo ou na praia de férias, pode fazer sempre algo que seja para descansar e que seja útil.


Se fizermos as contas, veremos que todas as manhãs são creditados 86.400 segundos para cada um de nós; e todas as noites este saldo é debitado como perda e não nos é permitido acumulá-lo para o dia seguinte.


Todas as manhãs a sua conta é reiniciada, e todas as noites as sobras do dia anterior evaporam-se. Não há volta. Cada um precisa aplicar, vivendo o presente, o seu depósito diário.


Invista, então, no que for melhor, em bens definitivos e não fugazes. Faça o melhor cada dia.


➡️ Para perceber o valor de um ano, vá perguntar a um estudante que precisou de repetir o ano.
➡️ Para perceber o valor de um mês, vá perguntar a uma mãe que teve o seu bebé prematuramente.
➡️ Para perceber o valor de uma semana, vá perguntar a um editor de uma revista semanal.
➡️ Para perceber o valor de uma hora, vá perguntar a um casal de namorados que esperam para se encontrarem.
➡️ Para perceber o valor de um minuto, vá perguntar a uma pessoa que perdeu o autocarro.
➡️ Para perceber o valor de um segundo, vá perguntar a uma pessoa que conseguiu evitar um acidente.
➡️ Para perceber o valor de um milésimo de segundo, vá perguntar a alguém que tenha conquistado a medalha de ouro numa Olimpíada.


ℹ️ Lembre-se: o tempo não espera por ninguém. O dia de ontem é história, o de amanhã é um mistério, o de hoje é uma dádiva, por isso é chamado presente!


Não deixe que o tempo lhe escorra por entre os dedos abertos das suas mãos vazias. Segure-o de qualquer maneira para que ele se transforme em eternidade.


☑️ Faça, o que tem de fazer … HOJE!


"Texto adaptado"


Comments